Notícias

Estratégico na tomada de decisões, lançamos edição 2022 do eBook sobre a prevalência de micotoxinas na América Latina

Desde 2016, a Vetanco realiza pesquisas sobre cereais em toda a América Latina. Essas pesquisas demonstraram que a porcentagem de cereais contaminados com uma ou mais micotoxinas permaneceu estável em uma média de 84% até o ano de 2020, porém, em 2021 observou-se um aumento na prevalência para 93% de positividade. Durante 2022, 80% das amostras foram encontradas contaminadas com duas ou mais micotoxinas.

Essas e outras informações sobre esses metabólitos podem ser conferidas na edição 2022 do eBook “Micotoxinas – Prevalência na América Latina”, lançado neste mês de abril pela companhia. Dados sobre o monitoramento de matéria-prima e rações balanceadas estão disponíveis na publicação.

“Neste eBook, temos um overview com amostras coletadas em todos os países da América Latina. Um ponto importante e muito preocupante é que 80% das amostras são positivas, ou seja, ainda temos muitas pessoas que não avaliam a matéria-prima na rotina porque acreditam que ela está boa e não é realmente esse o cenário”, comenta Eduardo Miotto Ternus, Consultor Técnico Suínos da Vetanco.

O eBook apresenta informações sobre a prevalência de seis micotoxinas encontradas na Argentina, Brasil, Bolívia, Costa Rica, Equador, México, Peru e Uruguai. As micotoxinas estudadas foram as Aflatoxinas (AFLA), Fumonisinas (FUMO), Deoxinivalenol (DON), Zearalenona (ZEA), Ocratoxina A (OCRA) e Toxina T-2 /HT-2.

As Fumonisinas seguem como as micotoxinas de maior prevalência nos países da América Latina, com concentrações ainda elevadas; seguidas de DON e Aflatoxinas, ambas com efeitos sinérgicos potencializados, aparecendo juntas numa prevalência muito alta. Por fim, a Zearalenona apareceu com uma prevalência bastante elevada ao longo da pesquisa, com concentração média em torno de 133 ppb, considerado de alto risco.

Os resultados da monitoria de micotoxinas realizada pela Vetanco nestes países tem como objetivo oferecer aos profissionais do setor um melhor entendimento sobre o principal desafio de cada região e, consequentemente, saber quais ferramentas utilizar para o controle do problema.

“São informações muito importantes no que se refere às prevalências, concentrações, às ocorrências de problemas nos distintos países. O eBook é um material que pode ser utilizado para se ter uma ideia de como está se comportando a matéria-prima no ano anterior e numa média dos últimos anos. E isso é importante para a tomada de decisões”, ressalta Eduardo.

EBOOK MICOTOXINAS PNG

Técnica de diagnóstico: Em suas pesquisas sobre as micotoxinas, a Vetanco utiliza o método de análise rápida oferecido pela Neogen em suas análises. Trata-se de um ensaio de fluxo lateral de uma etapa baseado em um formato de imunoensaio competitivo.

Esse método também validado independentemente Departamento de Agricultura dos EUA (USDA). Além disso, o grande número de tipos de amostras avaliadas torna os kits Reveal Q+ e Reveal Q+ MAX uma ferramenta de diagnóstico eficiente e rápida, adaptada às necessidades da indústria.

Baixe aqui!

Deixe seu comentário

7 + três =

Ver todas as notícias